12 novembro 2006

A nova criatura



Sermão pregado domingo à noite, no dia 31 de julho de 2005, por
Davi Pereira do Lago
no púlpito da Igreja Batista Getsêmani, Belo Horizonte.




“Portanto, se alguém está em Cristo é nova criatura. As coisas velhas se passaram, tudo se fez novo”. II Coríntios 5:17.


Nascer de novo é a maior necessidade e o maior privilégio que uma pessoa pode ter. O novo nascimento é uma mudança que Deus opera dentro de nós. Através do Espírito Santo, Deus nos dá um novo coração, uma nova natureza. Ele nos regenera para uma nova vida. Nos tornamos uma nova criação, uma nova criatura. Passamos a viver uma nova vida, com uma nova mente, com novos objetivos. Deixamos de viver uma vida voltada para nós mesmos, para a realização dos nossos caprichos e vontades egoístas, e passamos a viver uma vida voltada para Deus. Temos uma nova disposição interior, para viver uma vida com um novo propósito, e uma nova direção: agradar a Deus.

Nascer de novo é a maior necessidade do homem. Jesus, em sua conversa com Nicodemos, disse “Em verdade, em verdade te digo que quem não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus”. E disse “Necessário é nascer de novo”. Nascer de novo é nossa maior necessidade. Temos muitas preocupações na vida. Trabalhar, estudar, criar os filhos, resolver problemas, mas nunca podemos perder do foco, o fundamental: nascer de novo, nossa salvação, ter Deus como prioridade da vida.

Nascer de novo é a maior necessidade, mas também o maior privilégio que podemos ter nesta vida. Como está escrito em 1João 3:1, “Vejam como é grande o amor de Deus: sermos chamados de filhos de Deus”. Podemos ser chamados de filhos do Criador! Ter uma relação com ele de pai e filho! Que alegria é nascer de novo! Por isso está escrito em 1Pedro 1:8, que a alegria da salvação é indizível, impronunciável, não há palavras para descrever a alegria de ser salvo. A maior alegria que podemos vivenciar nesta vida é a de nascer de novo!

E no texto que lemos, encontramos ensinamentos sobre este tema central da vida cristã. Nosso texto apresenta sinais, evidências, que revelam se somos ou não nascidos de Deus.

I

A primeira evidência que encontramos no texto, que revela que uma pessoa foi regenerada, é: estar em Cristo. Em primeiro lugar: Nascer de novo é estar em Cristo. “Portanto, se alguém está em Cristo é nova criatura”.

Jesus Cristo é a razão da nossa fé. Ele é motivo de sairmos de nossas casas todo domingo para ir para igreja. Ele é a razão do culto, da adoração, da comunhão. Temos que estar atentos se aquilo que estamos fazendo na igreja está ou não sendo feito para Cristo.

A Bíblia diz que em Cristo convergem todas as coisas. Porque dele, por ele e para ele são todas as coisas. Pois foi do agrado de Deus que em Cristo habitasse toda a plenitude. Ele é antes de todas as coisas e nele tudo subsiste. Em Cristo estão escondidos os tesouros do conhecimento. Em seu nome oramos, em seu nome os demônios são expulsos, em seu nome somos salvos! Temos uma só fé, uma só esperança, um só Senhor: Jesus Cristo!

Isso é nascer de novo. É estar em Cristo. Viver uma vida próxima de Jesus. Em comunhão com ele, através da oração, da leitura da Palavra. É seguir os seus passos.

Nascer é começar a viver. Quando um bebê nasce, ele começa a viver. Quando encontramos a Cristo, nós renascemos, nascemos para uma nova vida. Uma vida direcionada para Cristo.

Ser uma nova criatura é ter Jesus ardendo em nossos corações. Cristo explode no coração de quem nasceu de novo! Nós entramos num processo compulsivo de arrependimento, temos um coração quebrantado aos seus pés! Cristo precisa queimar no seu coração! Cristo precisa fazer nossa alma vibrar! Precisa fazer nossos corações se encherem de temor, de profundo respeito!

O mundo tem respeito por Cristo. Mas isso não é suficiente. As pessoas elogiam Jesus. “Ele foi um grande líder”. “Ele foi um grande religioso”. “Ele foi um grande professor de moral”. “Ele foi um homem muito bom”. Mas isso não basta.

Para a nova criatura, Cristo é a razão de existir. A nova criatura vive por meio de Cristo e para Cristo. Jesus é o Senhor absoluto de sua vida. Em todo momento a nova criatura pensa “o que Jesus está achando disto que eu estou fazendo?”.

Estar em Cristo é pensar nele do início ao fim do dia. Todos os dias, quando eu acordo, eu acordo pensando em Jesus. Eu tomo banho pensando em Jesus. Eu tomo café pensando em Jesus. Eu vou pra faculdade pensando em Jesus. Eu ando pelo campus pensando em Jesus. Eu assisto a aula pensando em Jesus. Eu volto pra casa pensando em Jesus. Eu vou dormir pensando em Jesus.

Isso é nascer de novo, estar Cristo. É olhar para as pessoas e pensar em Jesus. É começar a dizer para todos, que Jesus pode mudar a vida delas.

Todos podem compreender esta mensagem. Uma criança pode entender o Evangelho: Jesus Cristo pode te dar uma nova vida!

Isso é nascer de novo: é amar a Cristo, sua palavra, seu Reino! Nascer de novo não é estar um uma religião, não é estar em uma igreja. Nascer de novo é estar em Cristo! A vida só começa valer a pena quando nos entregamos a Cristo. Só é uma nova criatura aquele que está em Cristo.


II

A segunda evidência do novo nascimento, que encontramos em nosso texto, é: deixar as coisas velhas. Em segundo lugar: Nascer de novo é deixar as coisas velhas.

“As coisas velhas passaram”. Para o nascido de Deus, o pecado passou. A vida velha passou. Nascer de novo é deixar o pecado.

Pecado é a miséria do mundo. Pecado é desgraça, morte e inferno. De Gênesis 2:17 à Apocalipse 21:8, a Bíblia mostra claramente que o salário do pecado é a morte.

As pessoas se perguntam: “Por que tanta miséria no mundo? Por que tanta pobreza? O país afunda num mar de lama, de corrupção! Por que tanto sofrimento? Por que Deus permite tanta desigualdade? Onde está Deus? Por que ele não resolve tudo isso? Se ele é amor e bondade por que ele não resolve tudo num piscar de olhos?”.

O mundo está nesta situação por causa do pecado. O pecado é a ruína do homem. O pecado causa a separação de Deus. O pecado causa a destruição das famílias, a crise de valores, a ausência de moral. Pecado é a miséria do mundo.

E continuam perguntando: “Onde está Deus? Por que não posso ver Deus? Por que ele se esconde? Onde está ele?”. O pecado afasta o homem de Deus. Impede o homem de estar próximo de Deus.

Deus é um Deus de majestade, de santidade, de pureza. E o destino do pecado é o inferno; o destino dos pecadores é pranto e ranger de dentes, como Jesus tanto falou.

E ainda existem pessoas que zombam disto. Pessoas sem temor, que não se importam com o pecado. Chamam o pecado de fraqueza, chamam o pecado de diversão, de passatempo. “Enquanto estou vivo posso aproveitar a vida! O que importa é viver minha vida, aproveitar, sem lei, sem regras, sem moral!”.

Como pode o pecador zombar de Deus? Como pode o pecador, que não passa de um verme no pó, zombar do Todo Poderoso? No último dia não haverá outro lugar para o pecado e para os pecadores estarem, a não ser debaixo dos pés de Deus. Serão pisados como lama. Pisados eternamente pela onipotência de Deus. E Deus estará tão longe de consolar! Sim, naquele dia Deus estará tão longe de consolar o pobre pecador!

Mas o nascido de Deus é purificado de todo pecado! Mas para aqueles que estão em Cristo Jesus já não há condenação! Sim, para aqueles que estão em Cristo Jesus na há condenação nenhuma! Diz Romanos 8:1, “Mas, para aqueles que estão em Cristo Jesus já não há condenação”! Glória a Deus!

Para aqueles que nasceram de novo, as coisas velhas se passaram! Toda culpa foi removida de nós! Toda sujeira foi lavada! Toda imundícia se foi! Tudo aquilo que perturba nossa mente. Tudo aquilo que nos acusa. Tudo aquilo inferniza nossa consciência. Tudo que fizemos no passado. Tudo que escondemos debaixo do tapete. Todos aqueles segredos. Tudo foi lavado pelo sangue de Cristo. Tudo se foi pra sempre na cruz do Calvário!

A nova criatura vence o pecado, é o que nos diz 1João 3:9: “Todo que é nascido de Deus não pratica o pecado... ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus”. E como nos afirma Efésios 2:4-6: “Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões – pela graça vocês são salvos. Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais”.

Não andamos mais na velha vida, com as coisas velhas. Não estamos mais nos vício, somos livres. Não estamos mais no palavreado indecente. Não vivemos com as vestimentas e nos lugares que não agradam a Deus. Não há na nova criatura ciúmes, paixões degradantes, desobediência. Não há lugar para a ganância, arrogância, orgulho. Não vivemos na falta de amor pela família. Não vivemos na pornografia, na prostituição. Todas estas coisas que tem destruído o mundo, tudo isso se passou da nossa vida.

Esta é a razão de existir do Evangelho: remover do pecador o desespero. O sangue de Jesus nos liberta do pecado. Quando Cristo morreu na cruz e ressuscitou, ele nos libertou da conseqüência do pecado, a morte. Quando Cristo morreu na cruz e ressuscitou, ele nos libertou do poder do pecado. E no dia em que nos encontrarmos com ele, estaremos livres para sempre, da presença do pecado! Não há pecado que não possa ser lavado pelo sangue de Jesus. Não há pecado que não possa ser vencido pelo poder do Espírito Santo.

III

E em terceiro lugar, nosso texto ensina que quem nasceu de novo passou a viver uma nova vida, “tudo se fez novo”. Nascer de novo é viver uma nova vida.

Quando somos regenerados, somos totalmente regenerados. Tudo se faz novo em nossas vidas. Não é possível remendar o velho homem. Não há nada na velha vida que possa ser aproveitado. Tudo precisa ser restaurado. Deus faz tudo novo, Deus faz sempre tudo completo.

E que maravilhosa é esta nova vida que temos em Cristo Jesus! Nele encontramos a verdadeira vida! Nele, a vida tem profundo significado. A vida está em Cristo. Vida plena, cheia, completa. E que vida nova é esta?

Antes de tudo, esta nova vida é uma vida de fé. “Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é nascido de Deus” 1João 5:1. Nossos corações se enchem de fé, de confiança em Jesus. Temos fé na Palavra. Temos fé para viver. Nossos corações se enchem da certeza da vida eterna. Não vivemos mais absortos, perdidos, sem direção, sem referência. Passamos a viver por meio da fé. Da fé bem fundamentada em Cristo, em suas afirmações, em suas promessas.

Na nova vida que temos em Cristo vivemos cheios de esperança. “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! Conforme sua grande misericórdia, ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo” 1Pedro 1:3. Podem vir problemas, sofrimentos, dificuldades. A nova criatura está cheia de esperança. Eu mesmo enfrentei grandes angústias na vida. Vi morte, traição, falências, violência, doenças. Passei por diversas situações de desespero. Mas graças a Deus que nos deu uma esperança viva! Mesmo com todas a dificuldades, o Senhor sempre preservou minha família unida e cheia de esperança. Vivemos com um esperança viva, não morta. Temos esta esperança pulsando em nossos corações! Esperança no grande amor de Jesus Cristo, nosso Salvador!

A nova criatura tem uma vida de amor. “Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus” 1João 4:7. A nova vida é uma vida não mais centrada no eu, no orgulho, no egoísmo. A vida que Deus tem para nós é uma vida de amor, doação, entrega. É viver amando a Deus em primeiro lugar, e também ao próximo como a si mesmo.

Isso é a nova vida, uma vida transformada, com uma nova perspectiva, uma nova mente. É uma vida com um novo alvo: Agradar a Deus. Passamos a ser atraídos para a luz. Para as coisas de Deus. Somos atraídos para uma vida de oração. Somos atraídos para a Palavra. Somos atraídos para o culto. Temos uma vida nova a cada dia, recebendo um novo maná toda manhã!

A única esperança de salvação é o Evangelho. A única solução para a transformação total do homem é o poder do Espírito Santo. E quanto mais eu leio e estudo, maior é a minha convicção disto.

Somente a Palavra de Deus tem o poder de transformar um bêbado, um bebum, em um pai de família que cuida dos seus filhos. Somente o poder do Evangelho transforma um ladrão, um homem violento sem caráter, um viciado, em um homem honesto, digno, trabalhador, zeloso, sereno. O Evangelho tem o poder de transformar um filho rebelde, respondão, que grita com os pai, que bate na mãe, num filho educado, dócil, estudioso, que ama seus pais. Somente Jesus Cristo pode transformar a vida de uma prostituta. Deus pode restabelecer a dignidade, a honra e toda a vida da prostituta. Foi exatamente isto que ocorreu com Raabe. Somente Jesus pode restaurar a vida de famílias arruinadas, de casamentos destruídos.

Depois de todo o progresso da humanidade, depois de toda história, o homem não consegue melhorar. Depois de todo avanço da cultura, da filosofia, da ciência, de tudo o que aconteceu, o homem é o mesmo. Mesmo com tremendos avanços científicos. Nesta semana foi lançado o ônibus espacial Discovery pela Nasa. O homem é capaz de feitos incríveis. Mesmo assim, com toda a ciência, o homem continua um ser perverso, e constrói uma bomba atômica para matar milhares de pessoas. Desenvolve armas de destruição em massa para as guerras, matanças e assassinatos.

O homem é capaz de estudar as células, as proteínas, o DNA, os átomos, etc, mas continua um ser cheio de depressão, amargura, solidão. Não consegue vencer seus temores, vazios. Continuam os suicídios. Continuam as misérias existenciais.

Somente Jesus Cristo pode transformar o homem, dando uma nova vida. Eu pude ver este poder transformador de uma forma muito impactante no Vale do Jequitinhonha. À duas semanas eu participei de uma viagem missionária para o Vale do Jequitinhonha.

Fui para lá com um grupo de 20 jovens de nossa igreja. Chegando lá ficamos chocados com a miséria. Uma miséria terrível, assombrosa, algo medonho. Não existe comida, a água potável é escassa. Não há saneamento básico, nem postos médicos. As pessoas vivem em casas de pau-a-pique. Vimos casas feitas de pau e plástico. As ruas não são de terra, são de barro vermelho, todas esburacadas.

Havia uma equipe de médicos conosco. Eles examinavam todas pessoas que podiam de povoado a povoado. Em certas localidades como Padre Carvalho, 80% da população tinha doença de chagas e mais da metade estava com vermes. As crianças choram em suas camas de noite, porque os vermes as incomodam. As crianças vivem no lixo. Não tem com o que brincar. Elas brincam com barro, garrafas e maços de cigarro. Um menino amarrou uma coleira em outro e o puxava como se fosse um cachorrinho.

Vimos cenas trágicas naquele lugar. Mas vimos também o poder transformador do Evangelho!

Nós preparamos uma simples peça de teatro que tinha essa mensagem básica: Jesus pode transformar sua vida. Na peça, havia um alcoólatra, uma prostituta e um ladrão. Todos eles são libertos do Diabo e salvos por Jesus. Nós apresentamos a peça nas escolas. Todas as aulas eram paralisadas. Todos os alunos, professores, funcionários se juntavam no pátio para assistir.

Na manhã que apresentamos no Colégio Estadual de Salinas, haviam mil jovens no pátio. Quando entramos, eles nos zombavam. Ridicularizavam. Gritavam. Falavam palavrões. Gritavam: “queremos cachaça mesmo!”. “Queremos essa prostituta ai!”. E assim era até o fim da apresentação.

Mas quando chegou o fim da peça, Jesus venceu o Diabo. Eles se calaram. Em seguida contamos nosso testemunho de vida. Contamos como Jesus nos libertou das misérias do pecado e nos deu uma nova vida.

E no fim eu fiz um apelo: “Vocês ouviram esta mensagem. Jesus pode encher sua vida de amor, alegria e paz. Ele pode mudar sua história. Agora, qual de vocês quer receber este Jesus? Quem quiser Jesus, venha até aqui a frente para orarmos com você. Venha aqui agora!”.

Silêncio total. Até que o primeiro veio, e o segundo e depois o terceiro. Dezenas e centenas de jovens começaram a se ajoelhar e a chorar. Alguns clamavam por Jesus. Começamos a orar por aqueles jovens. Alguns demônios se manifestaram porque não podiam suportar a presença de Jesus naquele lugar. Começamos a orar e todos estavam chorando. Havia um conjunto musical da igreja presbiteriana conosco e todos eles também estavam no chão chorando alto. E naquela manhã 600 jovens fizeram um compromisso com Jesus Cristo. Vários jovens foram impactados pela mensagem do evangelho. Distribuímos centenas de exemplares do Novo Testamento. Todos pediam orações. Todos nos abraçavam com um lindo sorriso no rosto. Glória a Deus! Este é o poder do Evangelho! Poder de gerar uma nova vida!

O diretor do colégio nos procurou aflito e pediu desesperadamente que repetíssemos aquela apresentação de tarde e de noite. Ao fim da viagem, que durou uma semana, foram 13 apresentações desta peça com um total de 1820 jovens que fizeram uma decisão por Cristo! Glória a Deus!

Este é o poder de Cristo! Ele é a resposta para o homem de todos os lugares. Ele pode regenerar as pessoas lá do Vale do Jequitinhonha, do mesmo modo que transforma as pessoas no Japão e na China. Não importa quem você é. Cristo tem poder para te dar uma nova vida, te fazer uma nova criatura. Ele salva o miserável e o rico. Ele é a resposta para o professor universitário e para uma criança. Jesus é a resposta para os homens de todos os tempos, de todas as eras.

E por mais que alguns tentem destruir o cristianismo, jamais conseguirão! Eles queimam as Bíblias, derrubam igrejas, assassinam os santos, mas 2000 anos se passaram e Jesus Cristo continua operando, curando, libertando e dando uma nova vida para seus seguidores!

Cada um de nós poderia contar as maravilhas que o Senhor operou! São tantas histórias maravilhosas de novas criaturas que nasceram pela graça de Deus!

Este é o poder do Evangelho. Por isso Paulo escreveu: “Pois a mensagem da cruz é loucura para os que estão morrendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus” 1Coríntios 1:18. O poder de Deus que nos torna novas criaturas! O poder que nos regenera! O poder que nos ressuscita! O poder que nos salva! E esse poder é para hoje!

Se há alguma coisa clara na Bíblia é isso: Qualquer pessoa pode começar uma nova vida hoje, com a ajuda de Deus!

O que importa é ser nova criação! Ser uma nova criatura! É estar em Cristo, ter uma vida edificada nele. É não viver nas coisas velhas, na imundícia do pecado. É desfrutar da nova vida que só encontramos em Cristo Jesus!

3 Comments:

Anonymous Ingrid said...

Nossa...
Você falou isso tudooooo?
rsrs
brincadeira...
suas palavras sempre são otimas..e também era um sermão ne!!!
um abração

4:57 PM  
Anonymous Anônimo said...

David,
Este testemunho da viagem de vocês valeu por uma pregação! É de amolecer o coração mais frio. Em meus anos de evangelista, nunca passei por uma experiência tão forte quanto essa sua.
Que benção!

11:40 AM  
Blogger Rafael Guimarães said...

Toda vez que leio pregações como esta me converto novamente. Toda vez que leio alguma coisa do Davi desejo ser igual ele quando eu crescer.

6:30 PM  

Postar um comentário

<< Home