19 dezembro 2006

Porque o cristão não precisa das bebidas alcoólicas

Por Davi Lago



Há uma série infindável de razões pelas quais os cristãos não consomem bebidas alcoólicas. Por exemplo: o cristão não precisa de álcool para ficar alegre, ou para esquecer dos problemas, ou para fugir da realidade.

Entre vários motivos, o cristão não precisa das bebidas alcoólicas porque:

* O álcool cria um hábito maléfico. O álcool produz com muita facilidade uma dependência severa e violenta. Torna-se um hábito danoso e difícil de abandonar. Apesar de todas as coisas nos serem lícitas, não devemos nos deixar dominar por nenhuma delas. “‘Tudo me é permitido’, mas nem tudo convém. ‘Tudo me é permitido’, mas eu não deixarei que nada me domine” (1Coríntios 6.12).

*O álcool destrói o corpo. O álcool obscurece a mente e provoca distúrbios nas funções corporais. O consumo contínuo do álcool causa cirrose no fígado e produz incontáveis desordens físicas. O álcool é um forma terrível de auto-destruição. “Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que você não são de si mesmos?” (1Coríntios 6.19).

* O álcool produz morte. É comprovado que a maioria esmagadora das mortes violentas e dos acidentes no trânsito são causadas pelo álcool. “O vinho é zombador e a bebida fermentada provoca brigas; não é sábio deixar-se dominar por eles” (Provérbios 20.1). “De quem são as tristezas? E as brigas de quem são? E os ferimentos desnecessários? De quem são os olhos vermelhos? Dos que se demoram bebendo vinho” (Provérbios 23.29-30).

* O álcool é um falso escape. Muitas pessoas se embebedam para fugir da realidade. Jesus disse que a embriaguez aprofunda a depressão, ao invés de eliminá-la. “Estejais vigilantes, para que vossos corações não sejam sobrecarregados com dissipação e embriaguez e as preocupações dessa vida...” (Lucas 21.34).

* A embriaguez destrói a família. Bebida em excesso é destrutiva para a família e a sociedade. Vários homens se embebedam e batem em suas esposas e filhos. Várias famílias são pobres porque o pai é um bêbado e um irresponsável. “Não ande com os que se encharcam de vinho, nem com os que se empanturram de carne. Pois os bêbados e os glutões se empobrecerão. E a sonolência os vestirá de trapos” (Provérbios 23.20-21).

* A embriaguez conduz à devassidão. Embriaguez pode conduzir à imoralidade sexual, ira, briga e até mesmo assassinato. “Não se embriaguem com vinho, que leva à devassidão, mas deixem-se encher pelo Espírito” (Efésios 5.18). Um cristão não somente deve não pecar, como evitar a potencialidade do pecado. O vinho transformado por Jesus de forma miraculosa, ou o que serviu na santa Ceia, certamente não era fermentado. Logicamente, ele não serviria algo que pudesse embriagar uma pessoa.

* Os profetas condenam os alcoólatras. O profeta Joel disse: “Acordem bêbados, e chorem! Lamentem-se todos vocês, bebedores de vinho; gritem por causa do vinho novo, pois ele foi tirado dos seus lábios” (Joel 1.5). Habacuque vociferou: “Ai daquele que dá bebida ao seu próximo, misturando-a com seu furor, até que ele fique bêbado para lhe contemplar a nudez. Beba bastante vergonha, em vez de glória! Sim! Beba você também e exponha-se! A taça da mão direita do Senhor é dada a você, muito vômito cobrirá a sua glória” (Habacuque 2.15-16). Isaias vaticinou: “Ai dos que são heróis para beber vinho, e valentes em misturar bebida forte” (Isaías 5.22).

* Os bêbados irão para o inferno. Deus explicitamente diz que os bêbados não irão ao céu. “Nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados herdaram o reino de Deus” (1Coríntios 6.10).

Não preciso encher a cara, meu coração já está cheio de alegria. Tem dia que eu perco a voz de tanta gargalhada. Minha alegria não é artificial, falsa e passageira. Não vivo de momentos de alegria, minha alegria é permanente. Minha alegria não depende das circunstâncias. Com Deus eu celebro a vida com entusiasmo. Prefiro minha mente sóbria e lúcida. Não tenho que fugir de nenhum problema, com Cristo eu encaro todos eles de frente. Os problemas vêm, mas a alegria não vai embora.
Prefiro beber chá mate gelado.
A Palavra adverte: “Não se deixe atrair pelo vinho. No fim, ele morde como serpente e envenena como víbora” (Provérbios 23.31-32).
Minha alegria é uma pessoa: Jesus Cristo. A vida só vale a pena a partir Dele.

6 Comments:

Blogger Dani Nogueira said...

E aí grande Davi,tudo bem???
são por textos como esse q não posso deixar de visitar o xeque mate por tanto tempo...a propósito:chá mate é muito ruim..chá de limão gelado é muito mais gostoso.

2:15 AM  
Anonymous Letícia said...

Olá Davi, li o texto q vc indicou do John MacArthur e gostei d++++, muito bom mesmo! valeu!
Deus t abençoe!
Letícia Valentim!

10:21 PM  
Anonymous Anônimo said...

Olá,

Tudo que foi exposto é verdadeiro mas a escritura não proibe o consumo de bebidas alcoólicas. Condena a bebedice e a glutonaria.
O proprio Senhor consumia vinho , e mesmo que não seja exatamente igual ao vinho atual tinha um certo teor alcoolico.
Portanto creio que não se pode condenar o cristão que consume com moderação vinho. O Espirito Santo o guiará em toda a verdade.

Carlos

7:23 PM  
Anonymous Anônimo said...

Estou visitando este site pela primeira vez e já gostei muito. Está na minha lista. Importante fonte de pesquisa e leitura.
Glória a Deus!

3:58 PM  
Anonymous Anônimo said...

Olá, primeiro devo dizer que o Blog é excelente, parabéns!!!!

Depois, digo que recentemente saiu na revista superinteressante uma reportagem com um americano que viveu 01 ano sob a doutrina bíblica. E uma das coisas que me chamou a atenção foi que a bíblia "proíbe" os homens de cortar os pêlos do corpo (cabelo, barba, etc). Pois um homem barbudo significava ser um "homem de paz", pois nas lutas se puxava o cabelo, barba, etc.

Do mesmo jeito que hoje cortamos nosso cabelo, fazemos nossa barba (estaríamos pecando?!), creio que a bíblia proíba a BEBEDICE, pois ela sim prejudica a saúde, mexe com a mente, etc. Já tomar um vinho, uma cerveja, moredara e esporadicamente, não consigo enxergar como pecado (ainda).

abraço a todos, e fiquem com Deus!

5:54 PM  
Anonymous Anônimo said...

Olá! Gostei do texto a favor do não consumo das bebidas alcoólicas, elas prejudicam nossa saúde espiritual e fisica. Mais gostaria que o leque fosse aberto a todo ser humano e não restrito aos cristãos. E quanto aqueles irmãos que estão perdidos no alcool devemos orar por eles e não condena-los ao inferno. Não julgaras.

1:43 PM  

Postar um comentário

<< Home