10 setembro 2007

A aniquilação dos inimigos de Deus - A mensagem do profeta Obadias

Por Davi Lago
Os vencedores subirão ao monte Sião para governar a
montanha de Esaú. E o reino será do Senhor
Obadias 21.

De todos os conflitos humanos, os mais dolorosos e difíceis de resolver são aqueles entre parentes. A profecia de Obadias fala sobre o conflito entre duas nações irmãs: Edom e Israel. Os edomitas eram descendentes de Esaú e os israelitas de Jacó. Os gêmeos Jacó e Esaú já lutavam no ventre de Rebeca (Gn 25.22,23). Quando cresceram Jacó enganou Esaú e recebeu a bênção de Isaque em seu lugar. A partir de então Esaú quis matar Jacó. Tempos depois houve uma reconciliação entre os dois irmãos, mas a despeito disso a luta continuou entre seus descendentes.
Edom não permitiu passagem para os israelitas quando saíram do Egito (Nm 20.14-21); se opôs ao rei Saul (1Sm 14.47); lutou contra Davi (2Sm 8.14); resistiu contra Salomão (1Rs 11.14); comemorava as derrotas de Israel (Sl 137.7). Jesus era judeu, Herodes era edumeu.
O profeta Obadias é levantado por Deus para condenar a nação de Edom por causa de sua inimizade contra Judá. Não se sabe nada sobre o profeta Obadias, pois ele não dá nenhuma informação sobre sua vida. Obadias significa “servo/adorador do Senhor” e era um nome muito comum naqueles tempos. Há pelo menos 12 Obadias no Antigo Testamento. No entanto, mesmo que Obadias não aponte qual o período de sua atuação, é possível levantar hipóteses sobre a data de sua profecia por causa do seu conteúdo. O profeta fala sobre um ataque covarde que Edom realizou contra o povo de Deus quando Jerusalém foi invadida. Há pelo menos cinco invasões de Jerusalém no Antigo Testamento: (1) A invasão de Jerusalém por Sisaque, rei do Egito, durante o reinado de Roboão (1Rs 14.25,26); (2) A invasão de Jerusalém pelos filisteus e árabes durante o reinado de Jeorão (1Cr 21.16,17); (3) A invasão de Jeoás de Israel no reinado de Amazias (2Rs 14.13,14); (4) A invasão de Senaqueribe, rei da Assíria, no reinado de Ezequias (2Rs 18.13); (5) Os ataques babilônicos a Jerusalém (2Rs 24;25).
Obadias é o livro mais breve do AT. Muito mais do que advertir Edom de seu julgamento, Obadias reassegura que a justiça de Deus trabalha em favor de sua igreja, de seu povo.

I. A acusação contra Edom
Edom é acusado dos seguintes pecados:
1. Inflamar seu coração com orgulho. “A arrogância do seu coração o tem enganado, você que vive nas cavidades das rochas e constrói sua morada no alto dos montes; você que diz a si mesmo: ‘Quem pode me derrubar?’” (3). Deus odeia o orgulho. O pregador Charles Spurgeon citou uma frase sábia de T. Watson: “Da mesma maneira que Deus tem dois lugares de habitação, o céu e um coração contrito, assim também o Diabo: o inferno e um coração orgulhoso”.
2. Roubar e saquear Jerusalém. “No dia em que você ficou por perto, quando estrangeiros roubaram os bens dele, e estranhos entraram por suas portas e lançaram sortes sobre Jerusalém, você fez exatamente como eles” (11). A Palavra afirma que “o inimigo veio para roubar”. O Diabo quer te ver em ruínas.
3. Realizar matança contra Jacó. “Por causa da violenta matança que você fez contra o seu irmão Jacó” (10). Além de roubar “o inimigo veio para matar e destruir”. Satanás faz de tudo para matar sua vida. Ele te seduz para o pecado com o objetivo de ver você derrotado e morto.
4. Ver com satisfação a ruína de Jacó. “Você não devia ter olhado com satisfação o dia da desgraça de seu irmão; nem se alegrado com a destruição do povo de Judá” (12). Enquanto o Espírito Santo se entristece, Satanás fica satisfeito e feliz cada vez que pecamos.
5. Falar com arrogância na aflição de Jacó. “Não devia ter falado com arrogância no dia da sua aflição” (12). O inimigo é opressor, tem prazer em humilhar.
6. Matar todos os sobreviventes de Jacó. “Não devia ter esperado nas encruzilhadas, para matar os que conseguiram escapar” (14). O inimigo é impiedoso, ele não tem misericórdia de você. Ele anda em derredor, rugindo como leão, procurando a quem possa devorar.

II. A destruição de Edom
Edom estava se auto-enganando, sua ruína era certa. “A arrogância do seu coração o tem enganado, você que vive nas cavidades das rochas e constrói sua morada no alto dos montes; você que diz a si mesmo: ‘Quem pode me derrubar?’. Ainda que você suba tão alto como a águia e faça o seu ninho entre as estrelas, dali eu o derrubarei, declara o Senhor” (3-4).
A Bíblia afirma claramente que o resultado do orgulho é a destruição total: “O orgulho vem antes da destruição; o espírito altivo, antes da queda” (Pv 16.18).
Toda maldade de Edom recairia sobre ele mesmo. “Pois o dia do Senhor está próximo para todas as nações. Como você fez, assim lhe será feito. A maldade que você praticou recairá sobe você” (15). Tudo que plantamos, nós colheremos: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” (Gl 6.7). Nos tempos de Moisés o faraó mandou afogar meninos judeus, mas Deus afogou os exércitos do faraó no Mar Vermelho.
Obadias passa a descrever a destruição de Edom:
1. Edom será reduzido e desprezado. “Veja! Eu tornarei você pequeno entre as nações. Será completamente desprezado!” (2).
2. Edom será saqueado. “Como Esaú foi saqueado! Como foram pilhados os seus tesouros ocultos!” (6).
3. Edom será traído por seus aliados. “Empurram você para as fronteiras todos os seus aliados; enganam você e o sobrepujarão os seus melhores amigos; aqueles que comem com você lhe armam ciladas” (7).
4. Os sábios de Edom serão destruídos. “Naquele dia, declara o Senhor, destruirei os sábios de Edom, e os mestres dos montes de Esaú” (8).
5. Edom será completamente exterminado. “A descendência de Jacó será um fogo, e a de José uma chama; a descendência de Esaú será a palha. Eles a incendiarão e a consumirão. Não haverá sobreviventes da descendência de Esaú, declara o Senhor” (18). “Os do Neguebe se apossarão dos montes de Esaú, e os da Sefelá ocuparão a terra dos filisteus. Eles tomarão posse dos campos de Efraim e de Samaria, e Benjamim se apossará de Gileade” (19).
Em 70 d.C. após a destruição de Jerusalém por Roma, não se teve mais notícia dos edomitas. Satanás e todos seus demônios serão aniquilados com o sopro da boca de Cristo.

III. A vitória de Jacó.
1. Os vencedores governarão. “Os vencedores subirão ao monte Sião para governar a montanha de Esaú” (21).
2. O Senhor reinará sobre todos. “E o reino será do Senhor” (21). Deus reinará pelos séculos dos séculos (Ap.11.15).
Nosso dever é orar: “Venha o teu reino”. Devemos ser fiéis a Deus hoje, pois assim reinaremos com ele no futuro.
Quando a igreja sofre nas mãos dos inimigos de Deus, ela precisa voltar-se para a profecia de Obadias e renovar sua fé no Deus justo ali revelado. Ele se preocupa com o seu povo perseguido e sempre trabalha por ele. “Se Deus é por nós, quem será contra nós?”.

3 Comments:

Anonymous Anônimo said...

estou muito feliz,com essa passagen
que oirmao citou.
pois, muitos nao conheem o livro do
profeta obadias.
pois fauta pastores de revelaçao.,
acho que ja chega de mateus,lucas.
e hora de revelar a verdadeira palavra de Deus.
um abraço do irmão Edson B L

7:04 PM  
Anonymous Anônimo said...

Fiquei muito feliz com a passagem que o irmão cito pois muitos nao conhecem o livro do Obadias
Falta pastores de revelação para levar a verdadeira palavra de Deus ja chega de Mateus e Lucas.
Um abraço do irmao Edson da Adnipo Butanta.

7:07 PM  
Blogger Assis said...

valeu querido o seu comentário sogre OBADIAS mim ajudou muito.que DEUS te guarde e te proteje sempre
amém.

10:00 PM  

Postar um comentário

<< Home